Você tem que saber (como) vender seu peixe

Essa semana recebi um e-mail de uma pessoa que estava oferecendo seus serviços de coach… ela acabou me descobrindo através dos meus conteúdos e se viu no direito de me mandar um e-mail para oferecer seu trabalho.

Estaria tudo bem, até então, se essa pessoa conhecesse de vendas e abordagem cold calling, se fizesse o contato de forma mais profissional e me gerasse valor de alguma forma nesse contato, não haveria problema algum, mas não foi exatamente isso que aconteceu.

Ela além de não me agregar em absolutamente nada (não me deu nenhuma informação bacana e nem nada de valor), ainda não soube vender seu peixe da forma correta me mostrando o que eu poderia ganhar com os seus serviços… e aconteceu o pior cenário possível:

Não gerou valor em nada + Não soube se posicionar de forma profissional na abordagem + Forçou a venda dos seus serviços = Inconveniência.

Não tinha nem como ser diferente disso.

Regra número 1: O e-mail que essa pessoa me mandou dizia mais sobre ela do que sobre mim.

O marketing perfeito não é aquele que mostra para o seu cliente o quanto você é incrível, ao contrário disso, o marketing perfeito é aquele que faz o seu cliente se sentir incrível ou mostra o quanto ele pode ser incrível se trabalhar com você.

E eu lá quero saber que você é formado nisso ou naquilo? Se é coach ou não é?

Eu estou preocupado com os meus problemas e em como eu posso ser mais feliz na minha vida. Não to nem ai pra você.

(Lógico que escrevi dessa forma para que você pudesse entender como é a visão do consumidor quando a gente ta tentando vender algo pra ele)

No caso dela que estava ouvindo um podcast meu, porque não elogiou o conteúdo? Porque não me agradeceu por ter feito e disponibiliza-lo de graça? Não que eu precise disso, mas é que dessa forma ela criaria conexão comigo e me faria ter uma visão mais positiva dela. Não tem como vender pra alguém se você não se conectar com essa pessoa de alguma forma. A venda nasce de relacionamento/conexão e se isso não existir fica muito mais difícil sair algum negócio a partir de um contato.

É impressionante como a galera quer vender seus produtos e serviços, mas não sabem nada de marketing e vendas. Cara, você tem que saber vender seu peixe da forma correta, senão você passa como chato, inconveniente e pior ainda, além de não vender o seu peixe e conseguir um novo negócio ou cliente, você ainda se queima com esse potencial cliente.

Regra número 2: Os consumidores gostam de se sentir comprando e não que estão tentando vender para eles.

Não tente inverter essa lógica, pois é derrota certa. Abordar alguém assim que não lhe conhece e tentar vender algo pra essa pessoa, é algo que exige técnica pois a chance de você soar como um vendedor chato é muito grande o que acaba ferindo o que acabei de mencionar: Estão tentando vender algo para você ao invés de você se sentir comprando. Fazer isso é quase como empurrar goela a baixo algo que você nem sabe o que é direito e muito menos quer ou precise comprar.

Em vendas você tem que saber o que ta fazendo, porque está fazendo e principalmente se está no momento certo de fazer tal abordagem ou não.

Quando você ta numa balada e aborda uma pessoa que nunca viu na vida… você fala Vamos transar?

Imagino eu que você não faça isso. Então porque na hora de vender você chega no primeiro contato oferecendo seus serviços logo de cara? Isso não faz sentido pra mim.

Tem que haver conexão, tem que haver relacionamento. Ai você vai dizer “Ah mas tem gente que se eu chegar assim a pessoa topa de boa” beleza e eu concordo com você. Mas ai é porque essa pessoa já esta quente o suficiente pra fazer esse negócio, ela já está buscando por aquilo. O problema é que mais de 90% as pessoas não estão buscando nada em específico, mas estão dispostas a aceitar caso role legal(caso você consiga gerar desejo de compra), e se você chegar de cara com essa abordagem em uma das pessoas desses 90% você simplesmente perde o negócio.

Você perde o negócio porque a pessoa não está no ponto de compra, simplesmente isso, ela ainda não quer comprar. Esse potencial cliente precisa ser um pouco mais aquecido e conduzido até esse momento de compra, caso contrário não irá rolar.

Antes de acessar alguém e mandar algo, gere valor pra essa pessoa! Construa relacionamento. Dê algo de valor pra ela, faça com que ela tenha uma visão bacana de você. Faça ela se sentir incrível. E ai sim, a partir disso, você tenta fazer negócio com ela. Na balada ou no mundo dos negócios, é assim que funciona.

Outro erro muito comum que o pessoal que não sabe nada de marketing comete é: Spam.

Spam é o melhor exemplo do mundo de como ser chato demais e não ter resultado nenhum através disso. Mas esse assunto eu vou deixar pra falar mais especificamente num outro artigo.

Entender sobre vendas e marketing é básico pra qualquer um que queira galgar patamares maiores na sua vida profissional. Entenda o que é marketing de busca e marketing de conteúdo e trabalhe dessa forma, esses são dos jeitos que ainda funcionam hoje em dia.

E por favor não seja chato!


Obrigado pela sua visita e leitura!

Curtiu o post? Por favor, marque 5 estrelas aqui em baixo, dessa forma você vai irá fazer com que mais pessoas também vejam esse conteúdo!

Compartilhe também no seu Facebook 😉

Muito Obrigado!

Você tem que saber (como) vender seu peixe
5 (100%) 2 votes

Adicionar um Comentário

Comente abaixo!